O que fazer em Costa Rica MS: dicas imperdíveis para a sua viagem pelo Centro-oeste

O que fazer em Costa Rica Mato Grosso do Sul

Quer saber o que fazer em Costa Rica no Mato Grosso do Sul? Eu vou te contar por que fiquei apaixonada pela cidade e por qual motivo recomendo que você também a visite para se impressionar como eu.

Muita gente nem sabe que existe uma Costa Rica no Brasil, mas essa cidade é repleta de cachoeiras, rios, mirantes e uma população que trata a gente com tanto aconchego que não dá vontade de ir embora!

Agora sem enrolação, vamos ao post para você entender do que eu estou falando.

Por que visitar Costa Rica?

Costa Rica é uma cidade nova, ela tem pouco mais de 40 anos. Por isso, ela tem boa estrutura, já que o seu planejamento urbano está recente.

Fiquei sinceramente impressionada com a boa iluminação da cidade e o asfalto das avenidas, presente até nas ruas mais afastadas, o que em outro lugar eu juraria que seria estrada de terra.

Mas isso é só o começo. Costa Rica tem mais de 70 cachoeiras. Isso mesmo, mais de 70. Porém, a maioria delas fica em propriedades privadas que ainda não estão explorando o turismo.

Mesmo assim, você pode conhecer dezenas de atrativos na cidade e só de parques naturais são quatro, tanto municipais, quanto nacionais e estaduais.

E, para completar, o povo de lá é muito hospitaleiro e faz você se sentir em casa.

Onde fica Costa Rica no Mato Grosso do Sul?

A cidade de Costa Rica fica bem ao norte do estado, próxima da fronteira entre Goiás e Mato Grosso do Sul.

Algumas cidades relativamente grandes que são próximas de Costa Rica são Jataí e Mineiros, ambas em Goiás.

Melhor época para conhecer a cidade

Não existe uma época ruim para conhecer a cidade, mas vale a pena fugir das chuvas e do frio. Apesar de ser no Centro-oeste, a temperatura pode cair bastante por lá dependendo da época. Eu cheguei a pegar 5°C antes mesmo de o inverno começar.

Por isso, eu recomendo os meses de abril a junho, porque as chuvas já pararam e o frio ainda não chegou na cidade.

Como chegar até Costa Rica?

Costa Rica fica no interior do Mato Grosso do Sul. Por isso, não tem aeroporto lá perto se você quiser utilizar um voo comercial comum.

  • Para ir de avião, você deve pegar um voo até Campo Grande ou Cuiabá e, de lá, seguir até Costa Rica de carro ou ônibus.
  • De ônibus desde Campo Grande, o trajeto dura cerca de 6 horas e custa, aproximadamente R$150,00. Mas você pode conferir o valor aqui.
  • De ônibus desde Cuiabá você também tem opção direta, mas a viagem dura 13 horas e é mais de 200 reais.
  • Ir de carro é uma ótima opção. As viagens são bem mais curtas do que as de ônibus. Saindo de Campo Grande, por exemplo, você demora em torno de 4:30h de carro. Já saindo de Cuiabá, 8:30h. Por isso, recomendamos que você alugue um carro em sua viagem pelo Centro-oeste.

Onde se hospedar em Costa Rica no MS?

Já que você está no coração do ecoturismo brasileiro, recomendo se hospedar em uma ecopousada! É claro que você encontra hotéis comuns na cidade, mas não tem a mesma graça.

Por isso, recomendo a Ecopousada Ravenala. O espaço lá é bem grande e às margens do Rio Sucuriú. Você pode até mergulhar no rio direto por lá ou passear de boia por ele.

Além disso, os donos são bastante receptivos e viraram meus amigos pessoais.

O mais legal é que eles têm diversos tipos de acomodação: camping, chalé e até quarto com banheiro compartilhado.

O que fazer em Costa Rica no Brasil?

Estou deixando claro que é no Brasil para ninguém confundir com o país Costa Rica.

Fiz a lista abaixo na ordem dos 10 passeios que eu considero mais legais. Tenho muito carinho por essa cidade e é um prazer compartilhar o que fazer em Costa Rica do Mato Grosso do Sul com os meus leitores.

1. Cachoeira da Rapadura

Cachoeira da Rapadura no Mato Grosso do Sul
Cachoeira da Rapadura

A Cachoeira da Rapadura é completa. Ela tem aquela queda d’água imponente que impressiona os olhos. Também tem diversos mirantes em que você pode admirar a cachoeira de vários ângulos. E ainda apresenta um poço bem grande de água para curtir com tranquilidade.

Se estiver com criança e quiser fugir de cachoeira, você ainda pode ficar no rio que é mais raso e bem seguro, próximo da queda principal.

Eu fiz um post completo explicando melhor a Cachoeira da Rapadura e você pode verificar mais detalhes lá.

2. Parque Natural Municipal Salto do Sucuriú – cachoeira, rapel, tirolesa e mais

Cachoeira Salto do Sucuriú, Salto Majestoso
Parque Salto do Sucuriú

Em segundo lugar eu recomendo o Parque Salto do Sucuriú. Se você tiver apenas um dia em Costa Rica, esse é o atrativo que eu indico porque ele é muito completo.

Primeiramente, o parque tem bastante estrutura com piscina, restaurante, banheiros, churrasqueira.

Além disso, lá tem diversas opções de lazer. Você pode fazer arvorismo, tirolesa, rapel ou simplesmente curtir a vista daquela queda d’água de 64 metros de altura.

O lugar é muito lindo e vale a pena sem dúvidas, apesar de o banho na cachoeira ser proibido.

Também fiz um post só para o Parque Natural Municipal Salto do Sucuriú explicando como é a experiência por lá em que você pode entender melhor como ele funciona.

3. Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari – cânions e trilhas

Parque Estadual Nascentes do Rio Taquari
Parque Nascentes do Rio Taquari

Esse é o parque perfeito para os amantes de mirantes, como eu. Você pode ir de carro até os locais mais famosos ou fazer uma trilha e caminhar por lá para apreciar, além da vista, a fauna e a flora do parque.

Eu mesma encontrei anta por lá e diversos pássaros.

Mesmo assim, o mais legal é ver a vista que realmente impressiona. Os cânions me deixaram maravilhada e lembrei até das chapadas do Brasil.

Pôr do sol no parque
Pôr do sol no Parque Nascentes do Rio Taquari

Se você puder visitar o parque no horário do pôr do sol, o passeio será duplamente mais bonito.

4. Bate e volta em Alcinópolis – pinturas rupestres

Pintura rupestre de Alcinópolis
Pintura rupestre de Alcinópolis

Eu amei conhecer a cidade vizinha Alcinópolis e com certeza recomendo esse passeio. Ele é bem diferente e foge das cachoeiras costumeiras no Centro-oeste que eu tanto me atraio.

Em Alcinópolis, você poderá ver centenas de pinturas rupestres nos mais de 29 sítios arqueológicos da região.

Eu adorei a experiência e fiquei viajando observando cada imagem, ouvindo as teorias existentes e criando as minhas novas. É muito interessante estudar um pouco mais a história do lugar e entender como os povos antigos se comportavam.

Além disso, Alcinópolis tem grutas e mirantes bem bonitos que eu adorei conhecer de perto. Eu fui ao Templo dos Pilares e à Gruta do Barro Branco. Mas existem diversos outros locais de visitação por lá.

Recomendo que você contrate um guia e, sinceramente, nem acredito que tenha outra opção de visitar o lugar. A maioria dos templos fica dentro de fazendas e é difícil de achar se você não conhecer o local.

5. Cachoeira das Araras

Cachoeira das Araras, o que fazer em Costa Rica
Cachoeira das Araras

Esse é mais um atrativo que você pode ficar um pouco perdido se for sozinho. É fácil chegar lá, você encontra sinalização na estrada e facilmente em um mapa online. Porém, a cachoeira fica dentro de uma fazenda grande com vários caminhos. Eu ficaria meio perdida.

Ressalva feita, vale muito a pena conhecer a Cachoeira das Araras e todo o seu complexo. A entrada é paga e custa R$30,00, valor de julho de 2022. Era bem mais barato, mas estavam depredando o espaço. Então preferiram aumentar o valor e reduzir a quantidade de pessoas no ambiente.

Quando você chega nas escadas que descem para a cachoeira, pode caminhar por dois minutos para a esquerda para ver a queda d’água de cima. Depois, você retorna e pode curtir a cachoeira por baixo.

Vale ressaltar que é difícil ter sol por lá, então recomendo que você vá cedo. Além disso, aproveite também o Saltinho, uma segunda queda que tem na fazenda.

Se você quiser, ainda pode ir de uma queda até a outra pela trilha margeando o rio. Mas não faça isso sozinho porque ela não é muito demarcada e você pode se perder.

6. Parque Nacional das Emas – rios e animais

Eu não cheguei a conhecer o Parque Nacional das Emas, mas ele é um dos maiores do Brasil e apresenta uma riqueza impressionante de fauna e flora.

Então, se você gosta de ver animais, rios transparentes e uma vegetação rica, vai gostar de conhecer esse parque.

Além disso, caso consiga visitar a região em outubro ou novembro, ainda pode ver um fenômeno que acontece nessa época por lá e parece mágica. É a bioluminescência de organismos que deixam os cupinzeiros coloridos.

Eu quero muito voltar lá para conseguir apreciar essa raridade.

7. Descer de boia o Rio Sucuriú

Descer de boia o Rio Sucuriú
Rio Sucuriú

O Rio Sucuriú é o imperador de Costa Rica. É dele que passam as principais cachoeiras e atrativos da região.

E existem várias partes no coração da cidade em que você pode descer o rio de boia, barco, caiaque ou o meio de transporte que preferir. Não existem corredeiras muito protuberantes nem uma emoção que a gente possa chamar o passeio de boia cross.

Ele é mais um momento de contemplação e calma em que existe apenas você, o rio e toda natureza viva em volta.

Eu achei bem gostoso de ficar lá e fiz um passeio que durou mais de uma hora, saindo pelo centro de Costa Rica e terminando apenas na Ecopousada Ravenala, onde eu estava hospedada. Lá eles têm boias e outros acessórios que você pode utilizar, então recomendo demais a visita.

8. Cachoeira do Ciclista

Cachoeira do Ciclista em Costa Rica
Cachoeira do Ciclista

A Cachoeira do Ciclista não foi das minhas preferidas porque o poço de água não é tão grande e a queda d’água também não achei das mais impressionantes. Mesmo assim, é um lugar que vale a pena e você caminha realmente no meio do Cerrado se der uma passeada por lá, com aquelas folhas secas e baixas.

E eu amo a paisagem do Cerrado, então fico muito satisfeita de passar meu tempo em lugares assim.

Mas preciso fazer uma ressalva. Conseguir chegar até lá pode ser desafiador porque o caminho muda de acordo com a lavoura. Às vezes, as pessoas que cuidam do lugar mudam a estrada de terra para fazer a colheita e até quem conhece a região fica perdido.

9. Parque Municipal da Lage

O Parque Municipal da Lage eu também não cheguei a conhecer, mas é mais uma opção bem próxima do centro da cidade, a apenas 17 km, e com boa estrutura.

O parque tem diferentes piscinas, com toboágua, biribol e também piscina natural abastecida com água do rio. A estrutura ainda engloba lanchonete, churrasqueira, estacionamento e mais.

É um ótimo lugar para passar o dia, principalmente se você estiver com crianças.

10. Observar aves e conhecer novas espécies com guias

Observação de aves em Costa Rica
Gibão-de-couro

Muita gente não sabe, mas observar aves é uma prática muito difundida em todo o mundo e tem cada vez mais adeptos no Brasil.

Para quem gosta de birdwatching, o Centro-oeste é um prato cheio e a cidade de Costa Rica é um lugar incrível de se visitar para os observadores de aves.

Tanto nas cachoeiras quanto na própria cidade você encontra uma ampla diversidade de espécies e pode contar com guias especializados para ajudar na identificação de todas elas.

Eu recomendo a Linauria e o Marcus, eles são os donos da Ecopousada Ravenala onde me hospedei e sugeri fazer o passeio de boia pelo rio Sucuriú.

Além de excelentes anfitriões, eles também são observadores de aves com curso concluído na modalidade. A Linauria é, inclusive, bióloga, e tem um vasto conhecimento sobre os pássaros da região.

Dicas para a sua viagem

  • Deixe sempre o repelente em dia e procure usar calças de trilha, se você tiver;
  • Alugar um carro é bastante útil para visitar a região de Costa Rica porque não tem ônibus que te leva até os atrativos de lá;
  • Baixe mapas offline porque não pega sinal de celular em muitos lugares e você pode se perder tentando chegar em uma cachoeira;
  • Procure contratar guias ou ir até as atrações com alguém que conheça a região. Muitos lugares ficam dentro de fazendas grandes que não são sinalizadas em seu interior;
  • Se você puder, não fique pouco tempo por lá. Vale muito a pena explorar a região sem pressa e se permitindo passar por surpresas agradáveis;
  • Curta cada momento e aprecie o simples. O Brasil é lindo demais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *